quinta-feira, 16 de Outubro de 2003

A Força de Istambul

O JPP anda fascinado com os ares de Istambul. E toma o Grande Bazar como medida para demolir o peso acaciano e cinzentão dos burocratas habitués das couves de Bruxelas.
Mas eu não vi, em país islâmico, melhor bazar que o de Istambul (bem sei que estive lá vai já para catorze anos).
Na cidade antiga de Jerusalém, por exemplo, onde em 1986 andei à vontade durante dias e dias, o caos é bem maior. Digo: o caos comercial.
Mas nessas terras que irradiam do Médio Oriente não há nada que não se funda com o religioso. E o que um sonhador solidário do ocidente exprime ao escrever a palavra "força" pode bem corresponder a outra coisa.
Abre los ojos.